please, be happy

Thursday, March 07, 2013

Já vou deixar claro que essa postagem tem 99% de chances que eu vá escrever muito.
Isso é mais do que um desabafo, é meio que um conselho para mim e para vocês... (pelo menos pra quem está passando por isso)
Acho que toda menina, pelo menos uma vez na vida passou pela fase da baixa autoestima. Eu tive essa fase praticamente toda minha vida, sério mesmo... Mas não sei, fiz vinte e um anos agora, e a vida está passando e eu me dei conta de que não é certo viver dessa maneira. Alguém outro dia me disse que eu pareço gostar de estar sempre pra baixo. E isso foi como um soco na cara. Primeiro, olhem meu twitter, que coisa mais negativa. Ok, eu fiz aquilo porque precisava de um lugar pra reclamar que não fosse o ouvido dos meus parentes e amigos. Porém SÓ TEM reclamação seguido de reclamação, e eu baixei meus tweets e adivinhem? Não tem nenhuma fase de felicidade, até porque, eu falava lá: "Minha vida está muito boa que o twitter nem faz mais sentido." Mas dai, uma ou duas semanas depois, eu voltava pra reclamar de algo ou soltar aquela frase pessimista de sempre 'Isso está muito bom pra ser verdade, está tão bom que eu já posso me preparar pra merda que irá acontecer'

Me senti ridícula.

Algo aconteceu dentro de mim como um 'clique' de realidade. Talvez tenha sido aquilo que me falaram, que eu pareço gostar de estar pra baixo, ou talvez seja a idade avançando cada vez mais rápido... Minha vida aqui nos EUA não acontece devagar, não existe fim de semana, não existe domingo e nem segunda-feira, muito menos quarta e sexta. Só existe o relógio e o tempo aqui voa de verdade.

Esse lugar é estranho, pelo menos na cidade que eu moro. É maravilhoso para quem vem viajar ou passar alguns meses, mas eu já estou fazendo 1 ano aqui. Não me entedendam mal, não estou reclamando e não sei nem se eu voltaria a morar no Brasil, mas aqui nos dá a sensação de que a vida passa e vc nem vê. Eu me descuidei, me afundei em problemas, trabalho, e dias mal vividos. E a vida passou, e nem se quer se importou que eu estava virando praticamente um zumbi. Vcs não tem noção do tamanho da gordura localizada que está estocada nas minhas pernas, e eu meio que uso isso pra tentar explicar que é como se fosse uma grande gordura localizada no meu cérebro também, que bloqueou qualquer sentimento bom, de que a vida é uma só, e eu estava vivendo ou existindo da pior maneira possível.

Eu não quero citar cada aspecto ruim que eu notei na minha aparência e dentro de mim. Obviamente não estou/estava nada saudável, e isso implicou em enxaquecas terríveis e até ataques de pânico. E é claro, eu passei a me achar a pessoa mais feia do mundo.

Só que chega! Chega, chega, chega.

Eu resolvi aplicar os princípios budistas, começar a olhar as coisas sempre pelo lado bom, cortar pelo menos 80% das reclamações, e viver de uma forma melhor. Só que isso leva tempo, eu sei... mas eu preciso criar esse hábito, e o primeiro passo que é a vontade, eu já dei. Basta agora começar a vivê-lo.
Quero ver o tumblr e instagram e não me sentir mal porque minha vida não é perfeita. A vida de NINGUÉM é perfeita, porém alguns sabem viver de uma forma diferente, melhor...
Também quero parar de ser obcecada com meu corpo e com excesso de magreza, eu fui assim quase toda minha vida e isso não me levou a lugar algum, mas isso não quer dizer que eu não possa mudar esse pensamento não é mesmo? Acho que sempre que estou muito focada em emagrecer, eu acabo ficando mil vezes mais irritada, me sentindo mal... e até quando emagreço eu não me sinto tão bem. Não vale a pena se martirizar por isso, vou levar tudo com calma... Afinal de contas eu prometi que dessa vez seria diferente, seria com saúde. Não quero me restringir dessa forma, dói muito.

Enfim, eu quero ser uma pessoa diferente, quero ser positiva, quero amar a vida que tenho. E a regra número 1 para isso é: Parar de comparar minha vida com a dos outros.
Eu tenho certeza que tudo o que escrevi provavelmente não irá mudar você, porque a mudança vem de dentro de nós. Eu não sou a melhor pessoa para dar conselhos, até porque nem eu costumo seguir meus próprios. Mas hoje eu vi os danos que eu causei dentro de mim, e agora é a hora de mudar isso, quero aprender coisas boas, quero ter talento, e eu sei que podemos tudo, basta querer e fazer.

Eu cheguei num ponto onde, ou eu iria fazer tratamento com psicólogo/psiquiatra, ou eu cuidava da minha mente e espírito de uma forma melhor, como o budismo tem me ajudado, e logo quero começar o yoga. Que ajuda muito pessoas ansiosas e inquietas como eu.
Eu me recuso ter apenas 21 anos e me lotar de estresses e problemas que eu não preciso, e medicamentos fortes... eu quero ser feliz, realizada e em paz.

Parei pra pensar nessa frase de Oscar Wilde: "Be yourself everyone else is already taken."Sabe, não existe NINGUÉM no mundo que seja igual a você, claro, algumas pessoas tem o mesmo estilo, gostam das mesmas músicas, mas ninguém é cem por cento igual. Então eu pensei, ok, ninguém é igual a Marianny, ninguém tem isso, ou aquilo como eu. Por que então não aproveitar essas coisas, e transformá-las em qualidades minha? Parar de desejar ser isso ou aquilo, parar de querer ser alguém que eu não sou, alguém que IS ALREADY TAKEN.

Isso não significa que 'ah eu me conformo em ser assim e não vou mudar nada'. Eu acredito que sempre podemos melhorar algo em nós, sempre podemos aperfeiçoar, e principalmente se não estamos felizes devemos mudar algo. E é isso que estou fazendo, mas primeiramente eu descobri que não basta só emagrecer e mudar fisicamente, a mudança só acontece quando vc muda seu coração, sua mente. E aqui eu chego no ponto final desse grande texto, ser feliz só depende de você, eu prometo.
Por que você não tenta também?


20 comments:

  1. Alice, tô MUITO feliz pela tua reviravolta e choque de realidade. sério mesmo. também tive baixa auto estima a minha vida toda e sei como é esse clique (que aliás acho que também logo depois que eu fiz meus 21!)
    <3

    ReplyDelete
    Replies
    1. Ai Naty e eu fiquei MUITO feliz com seu comentário! É realmente uma reviravolta e eu espero seguir isso e me sentir melhor, só sei que do jeito que tá, não dava mais...

      Delete
  2. Chorei lendo sua post (não tô brincando)! Você é linda <3

    ReplyDelete
  3. MAS GENTE! Nem sabia que vc tinha postado, vim fuçar e veja só, recebo logo um tapa bem grandão na minha cara. Deu até vergonha.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Já nos falamos pelo whatsapp. Vai ficar tudo bem <3

      Delete
  4. Recentemente eu meio que tive um "clique" desses e vou te dizer uma coisa: concordo plenamente contigo. Não tenho a paciência pra levar meus pensamentos pra um blog (talvez um dia, nunca dica nunca hauhaua) mas dia desses eu tava tendo uma conversa com uma pessoa muito importante pra mim, e tem vezes que eu quero ficar mal, quero acabar comigo, e quero que as pessoas concordem que eu sou péssima, como se o mundo girasse ao meu redor (tenho essa mania, mas me livrarei disso, babysteps kind of way), tudo isso num ciclo doentio que só me faz infeliz.
    Fiz 18 anos em novembro e de uns meses pra cá pensei: "caralho, eu tenho 18 anos, sou muito jovem pra ser triste ASSIM" tipo claro que eu passei por coisas ruins mas todos nesse mundo passam por coisas difíceis, é um esforço diário, não? e eu acho que o que importa e você viver e fazer isso valer à pena. Também tô evitando me comparar com os outros, como se fossem tipo exercícios pra expulsar as coisas ruins. Olha, é muito difícil, mas acho que nada de bom você consegue sem esforço.
    Continua seguindo esse caminho. Você pode ficar triste às vezes mas não pode deixar que isso tome conta de ti, te impeça de viver.
    Adoraria ter mais tempo online pra conversar com você sabe? O tempo não ajuda (até que isso é bom por um lado hauhaua *distrações*), mas a gente se fala! :)
    Beijoss

    ReplyDelete
    Replies
    1. Nossa Cami, fiquei tão tão tão feliz com esse comentário. Principalmente por vc também estar nessa onda de ser feliz. Somos muito novas, não é aceitável sermos tão tristes... Eu tinha/tenho a mesma coisa que vc, as vezes queria ser triste pra receber mais atenção, afinal a pessoa que está feliz, está bem e não precisa de nada, certo? :/ Enfim, isso não é certo, e como vc disse, vc pode ficar triste mas não pode deixar que isso tome conta de ti, e te impeça de viver :) Sim fale comigo sempre que quiser, adoro conversar com vc. Beijão querida.

      Delete
  5. Amei esse post, queria ter essa mesma força de vontade que voce tem :(

    ReplyDelete
    Replies
    1. Ela vai chegar, eu tenho certeza!

      Delete
  6. tô apaixonada pelo seu blog, MEU DEUS. Até coloquei na barrinha de blogs apaixonantes do meu humilde blog hahahaha

    ReplyDelete
  7. cara, não tenho palavras pra dizer o quanto esse texto me mostrou coisas que eu não tava enxergando antes! Enfim, espero que tudo dê certo pra você (e pra mim também rs)

    http://theindiesession.blogspot.com.br/

    ReplyDelete
    Replies
    1. Sim, nem eu sei como eu pude enxergar tudo isso, e colocar pra fora! Mas o primeiro passa já demos, que é reconhecer o "problema". Obrigada, vai dar tudo certo sim pra nós <3 Volte sempre.

      Delete
  8. Maaari, resolvi entrar hoje e me deparo com esse post e como sempre, me identifiquei bastante. Eu também tenho essa mania de reclamar da minha vida e achar motivos para ficar angustiada... E quando eu paro para pensar, sei que nem tenho mesmo do que reclamar! Mas esse é o ser humano... Nós sempre usamos como parâmetro a vida de um outro alguém e sempre achamos que esse alguém está melhor que a gente. Da mesma forma que alguém lááá atrás deve olhar para a nossa vida e pensar que tudo é ótimo e desejar ser como nós. (Inclusive eu! Veja bem, eu odeio morar no Brasil como vc bem sabe... E sempre que fico mal por causa de notícias ruins, penso "Que bom que a Mary está em NY... Queria tanto que fosse eu!") Engraçado né? =P Mas essa é a nossa vida... E a conforme a vida vai passando, vamos ter momentos ruins, momentos bons, época tristes, épocas maravilhosas... E talvez no meio disso a gente nunca lembre das razões para nos sentirmos satisfeitos. Pelo menos comigo é assim, rs... (Mas acho que já melhorei muito, heheh). Mas então Mary, que bom que vc teve essa visão de si mesma e se comprometeu a melhorar! Isso me motiva também :) E quando você se sentir mal ou sentir novamente que a sua vida não tá como vc queria, lembre-se que lá atrás tem alguém que te admira muito e gostaria de ter uma vida como a sua. Isso me consola as vezes. :) Espero que tudo dê certo! Saudades! Beijão!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Nathy, eu nem sei o que dizer sobre seu comentário porque é MUITO verdade. E fico muito feliz que isso te motiva também, eu estou tentando parar com esse hábito e prestar mais atenção nas coisas boas da minha vida. Também confesso ter tirado sua vida como exemplo e pensando "queria que fosse eu" haha é muito engraçado pq é verdade, sempre tem alguém achando q temos vidas perfeitas. Eu te admiro demais Nathy, vc é uma amiga que eu já ate disse, quero levar pra vida toda. Saudades de vc, muita! Beijão.

      Delete
    2. kkkkk, caramba, me senti lisonjeada agora! Fico muuito feliz em saber que em algo fui exemplo pra alguém! *-* Também te admiro demais, sinto muito a sua falta! Beijoo <33

      Delete
  9. Isso é maravilhoso! Sabe, esses dias eu também estava passando por um momento muito ruim mesmo da minha vida, estava com depressão e tudo, mas me cerquei de pessoas que me fazem bem e hoje estou me recuperando. E hoje percebo que a tristeza nem é totalmente ruim, tem o seu lado bom, pois você se conhece melhor quando está triste. (pelo menos sou assim)

    E sobre o twitter: me diga o que é melhor do que reclamar da vida no twitter? Nada! udhusaduh Você conta pra todo mundo mas ao mesmo pra ninguém, por que tudo naquele lugar acham que é piada. então é uma forma de desabafar de uma forma verdadeira mas que o pessoal leva pro lado comico e dramático.

    Então, sobre a sua decisão: acho super válida. Temos que aprender a gostar de si mesmos, e parar de nos comparar com padrões impossíveis impostas pela mídia e outras coisas. Temos que nos amar. É importante isso, estar bem consigo mesmo. Mas também acho que é uma das coisas mais difíceis do mundo. E não adianta, sempre vai rolar uma época que você vai estar pra baixo, mas é isso que torna a vida um pouco mais interessante. Só tem que aprender a levantar!

    Boa sorte viu? ^_^

    ReplyDelete
    Replies
    1. Que amor vc! Adorei seu comentário. Então é isso mesmo... eu também sinto que me conheci mais enquanto estava triste assim. Que bom saber que vc está melhor...
      O twitter, hahaha. É o que penso... geralmente pego minhas "tragédias" e problemas e faço delas piadas pro twitter, é uma forma de desabafar sem ser enchendo o ouvido do meu namorado ou amigos/familiares hehehe

      Muito obrigada por vir aqui, por ter comentado! Boa sorte pra vc também querida. Beijos

      Delete
  10. Esse seu post, eu to chorando!!!! haha
    Me identifiquei tanto, mas tanto com você que já sinto como se fossemos a mesma pessoa.
    Vou deixar ele nos favoritos para ler todos os dias e vê se eu tomo um rumo da minha vida, já tô pra fazer 20 anos e não saio do lugar (pra falar a verdade, eu me acho tão gorda q não saio nem de casa), não quero ser assim. Quero ter paz, como você disse. Quero ser feliz!
    Eu só comentei nesse post porque me identifiquei, mas estou muito feliz com a sua mudança (descrita nos posteriores à este). Desejo tudo de melhor pra ti. :)

    ReplyDelete

Muito obrigada por deixar seu comentário!

Thank you so much for your comment!