insecurities

Tuesday, September 17, 2013



Ugh! Lá vem eu com meus textos e chorumelas.
Mas é, continuo com meus altos e baixos e assim a vida segue.

Hoje vim desabafar sobre minhas inseguranças. Na verdade estou pensando se posto ou não porque dizem que não é legal mostrar seus medos e inseguranças para as pessoas, elas tiram vantagens disso.
Porém quem lê meu blog são só pessoas de boa índole hehe sei que vocês não serão más. Haha
Enfim, eu luto com todo tipo de insegurança possível. Em relação ao meu corpo, meu rosto, meu cabelo, meu nariz, meu estilo, as músicas que eu gosto, os filmes que eu gosto, meu namorado, meus amigos, meu trabalho, minhas vocações, os idiomas que eu falo, e até em relação as escolhas que eu faço para minha vida.
Esse absurdo de temas no qual por medo/insegurança me privou de fazer coisas que eu realmente queria fazer, por achar e  me importar >demasiadamente< no que as outras pessoas vão pensar, se elas vão aceitar, e ficarem felizes.
Eu confesso (e estou até com medo de falar isso aqui) mas eu acredito muito mais em signos e astrologia etc, do que em “deus”. E eu não estou falando sem "base", tenho inúmeras experiências com isso e até hoje nada me faz ter essa certeza que os cristãos têm... 

Sou do signo de peixes, e acreditem ou não as características do signo sou eu “cuspido e escarrado” (ô expressãozinha feia). Mas é, sou eu, exatamente como sou em todos os aspectos e eu não gosto de ser assim. Digamos que 90% do meu tempo é lutando para agradar a todos (ao meu redor).
Desde que mudei para os EUA eu melhorei muito, cresci, virei mulher *eu cresci agooora sou mulher, tenho que encarar com muita fé...* hahaha não.

Mas apesar de tudo que tenho aprendido, ainda não aprendi a simplesmente – prepara pra outra expressão feia – “ligar o foda-se”. E com isso quem se f*** sou eu.
Daí hoje na academia depois de quase me arrastar da cama pra ir, corri/caminhei por trinta minutos e fui pra outra sala fazer uns exercícios de pilates, entro lá e vejo duas meninas fazendo os tais exercícios individualmente, e fiquei TÃO intimidada que fiz míseros 10 abdominais e fui embora. Juro que me senti aqueles cachorrinhos que “bota”o rabinho entre as pernas". (Eita que hoje eu to boa com expressões, argh)
Poxa eu me sinto tão mal por ser assim. E venho desabafar mas não venho com solução tá? Então nem adianta pular pro final hahaha.
E eu até busquei na internet textos sobre insegurança, mas só tem falando sobre relacionamento, o que no caso é a menor das minhas preocupações.
Então o que mais posso fazer? Me mata ser assim, tudo que postam no twitter é indireta pra mim, se não dão like na minha foto do instagram é porque a foto está feia. Se não me perguntam nada no askfm é porque ninguém se importa comigo. Se não comentam no blog é porque ele é ruim. Tudo o que eu posto no facebook, eu apago. (isso serve para todas as redes citadas, na verdade)
Que mania horrível de levar tudo para o pessoal. Ao mesmo tempo que eu acho que ninguém se importa, quando elas mostram se importar, eu vejo o lado negativo da situação. 
Juro que a partir de hoje eu estou decidida a mudar. Quero ser leve e despreocupada. 

Óbvio que tudo com equilíbrio! Mas quero parar de me importar com coisas que estão fora do meu alcance, e simplesmente fazer o que eu quero fazer.
E pra começar eu vou postar esse texto, já que desde o início eu estava insegura se ia postá-lo ou não!
Se você também é assim, por que não tenta parar? Começa comigo a mudar isso.

E se você não é, vem cá e me deixa dicas aí embaixo. (: obrigada!

Ps: fora o desabafo, o blog terá duas novidades em breve! woohoo

17 comments:

  1. Natália Moreira VieiraSeptember 17, 2013 10:23 PM

    Eu já fui assim. Não sei qual foi o ponto que eu me dei conta que "não precisava". Não sei se foi conhecendo o feminismo, não sei se foi depois de me recompor de uma grande decepção que eu tive. Claro que eu ainda tenho as minhas inseguranças, mas não deixo elas me dominarem, pelo menos não tanto quanto antes. Queria que tivesse uma fórmula pra isso...

    ReplyDelete
  2. Nati tá certa, seria bom se tivesse fórmula pra isso...
    Eu sempre fui insegura, mas ao mesmo tempo era muito revoltada com a vida, o que deu uma certa força pra lidar com isso. Mas é difícil, queria poder ter uma solução pra ajudar você e a mim mesma, pq eu tbm tenho as minhas inseguranças...
    Ai Mari só sei que você merece ser feliz, vc é linda, tá num lugar lindo, tem um corpo lindo (mesmo que pense o contrário) e ainda tá gostando de maquiagem!!!! mas olha só que maravilha! hauhauahuahua
    Quando quiser desabafar longe do blog, here I am! agora tbm no skype kkkkk
    te amo mari <3

    ReplyDelete
  3. É muito complicado, como eu disse no começo, sou cheia dos altos e baixos... Não sei, só sei que quero parar e pra começar tenho que me afastar de tudo que me deixa pra baixo.

    ReplyDelete
  4. É verdade. Seria ótimo!
    Acho que toda mulher é assim, mas como a Naty disse, vc não pode deixar isso te dominar, que é o meu caso, essa mania em querer ser/ter tudo perfeito.
    Muuuito obrigada por tudo, por todos seus elogios, tu sabe que eu penso exatamente o mesmo de ti.
    E obrigada denovo, hahah na próxima vou desabafar no skype pra poupar os leitores né hahahahh Te amo Vanzita.

    ReplyDelete
  5. Menina do ceu! Eu juro que I don't mean this in a super catty, mean way, mas eu me sentia assim quando eu tinha uns 16, 17! Vc ta com a resposta nas maos, tem mesmo que ligar o foda-se! Nao sei o que foi que aconteceu comigo, acho que eh a idade kkkkkkkkkkk mas hoje eu to bem menos paranoica do que eu era... nao to ligando muito pro que as pessoas pensam. Claro que eu ainda me importo se a foto ta bonita, se o texto ta bom, se eu to fazendo sentido, se tem gente lendo... Mas falando sobre IRL... sei la, quem sao as outras pessoas pra me julgar sabe? Ninguem eh melhor do que eu pra look down on me, sabe? Sabe sabe sabe. Liga o foda-se mermo e get on with it!

    ReplyDelete
  6. Natália Mercadante GóesSeptember 18, 2013 8:40 PM

    Ei, voce está falando com uma semelhante! ahahahaha acho que isso é uma fase, e passa quando a gente percebe o que realmente tem valor na vida! tantas preocupaçoes idiotas na nossa cabecinha, e tem tanta gente cheia de motivos por aí que ainda assim consegue ser feliz...
    vamos lá, uma dica pra nós: falar de coisas boas, e toda vez que pensar uma besteira ou se sentir reprimida, lembrar de um elogio que lhe fizeram, algo legal que voce viveu, sei lá, qualquer coisa que te faça sorrir :) energias positivas, certo?


    Beijos,
    www.demodaemmoda.com

    ReplyDelete
  7. Olha Mari, tenha filhos uahuehauh. Tô brincando. Quero dizer que eu também era assim, aliás, ainda sou um pouquinho.

    Fiquei grávida muito novinha, você sabe, e isso me trouxe MUITAS críticas. Eu, que além de ser tímida, queria agradar as pessoas, ficava detonada quando ouvia comentários maldosos e afins. Passei a não me arrumar, não me maquiava e por ter parado de me preocupar com meu cabelo, ele cresceu e eu nem vi! HAHAHA. Hoje em dia as pessoas me chamam de louca, isso e aquilo por ter tido filho cedo, e Mari, MINHA CARA NEM MEXE.

    A coisa mais importante você já fez: reconhecer o que está acontecendo. Agora você tem que aprender a se valorizar e pensar que a vida passa muito rápido pra deixar de fazer as coisas por vergonha.
    Eu fiz um trato comigo mesma (porque eu guardo tudo pra mim quando me tratam mal e etc): RESPONDER. E sinceramente, isso me alivia.
    Faça isso também, faça mais que dez abdominais mesmo que o papa esteja te olhando.
    Aos poucos esse sentimento vai passando. Vai por mim!

    ReplyDelete
  8. Oi Vi, nossa eu ADOREI as dicas, a da lista então, vou começar hoje. E acredite, eu quero/preciso muuuito de um psicólogo/terapeuta o que seja, mas aqui é difícil, entende? Mas é uma das minhas metas procurar ajuda e me conhecer melhor.


    Foi horrível o que eu senti vendo essas ,meninas, me senti tão inferior, e depois me senti pior ainda vendo eu mesma levantando e indo embora daquele jeito. Por mim eu compraria uma esteira e faria exercícios em casa. Do tão noiada que sou.


    Nem sei como agradecer seu comentário, me ajudou muito mesmo.
    Ótimas ideias as suas, e sim, aos poucos eu chego lá =)
    Beijo linda, obrigada mesmo ta?

    ReplyDelete
  9. É verdade... toda mulher é assim, e alguns homens também, queria saber não transmitir tanto isso porque me atrapalha demais. Por exemplo, muitos posts/fotos e até videos eu não posto pela insegurança de estar feio ou brega sei lá... é foda.


    Mas muito obrigada, tu sabe que adorei seu blog também <3
    Espero q tu voltei mais vezes. beijoks

    ReplyDelete
  10. Hahah Fer, minha família sempre me disse que com a idade a gente vai se aceitando melhor, mas eu to com quase 22 anos e to aí, parecendo uma adolescentezinha hahaha poxa vida =T


    Mas voce tem toda razão! Aos poucos eu chego lá, o primeiro passo eu dei, que é reconhecer e querer mudar né ^^
    Obrigada pela força <3

    ReplyDelete
  11. Sim Nat, voce tem razão!!! Preciso marcar na testa que tem muita coisa pra aproveitar na vida do que me preocupar demais com minha aparencia e coisas que eu penso nao ser boa... Li no seu About Me que vc sempre repetia o "queria ter um dom" ou um talento... Eu sou igual. Parece q nao sei fazer nada, minha insegurança me priva de tudo... Mas é isso, vamos tentar ser mais positivas em relacao a tudo.


    Beijos <3 obrigada por comentar e pela força.

    ReplyDelete
  12. Hahahahah ai Li, tu é demais. Nao vejo a hora de ter mesmo pra ver se me preocupo com o bebê e esqueço um pouco de mim hahahha Mas enquanto esse dia nao chega...
    Eu nem posso imaginar oq vc deve ter passado, vc é muito forte, te admiro demais.
    E sim vc ta certa, muito obrigada pelo conselho e por me ajudar a ser forte pra começar a ser menos tímida e insegura.
    Com certeza vou tentar tudo o que foi dito aqui e um dia eu ainda vou me aceitar, vamos cruzar os dedos <3 heheh beijos linda

    ReplyDelete
  13. ai mari, queria muito te ajudar mas não sei como :/ eu tb sofro de insegurança mas é uma insegurança diferente, eu não me importo com os outros, o que eles vão pensar (nem um pouquinho se quer),eu me importo mesmo comigo mesma, sobre tomar alguma cecisao e depois me arrepender e quando isso acontece eu fico acabada! (deu pra entender? hahaha) além disso so tenho insegurança sobre namoro, de perder quem eu amo essas coisas...mas eu li os comentarios e deixaram varias dicas boas ai, to torcendo mt pra ti mari! <3

    ReplyDelete
  14. Own Pipinha, nao se sinta na obrigação de querer me ajudar, só de vir dar seu apoio aqui já ajuda e MUITO. Sim as meninas ai embaixo são uns amores e deram várias dicas legais <3 Vale pra todas e até pra quem nao tem mt problema com isso heheh

    Torço também pra que vc "pege leve" contigo mesma, e te entendo perfeitamente quanto a perder quem a gente ama... isso é um medo que eu nem gosto de abrir a boca p falar. Mas tudo vai ficar bem =) e muito muito muito obrigada ♡

    ReplyDelete
  15. Nossa Mari, eu sei EXATAMENTE (sem exagero) como você se sente. Pois essa sou eu euzinha, parece que fui eu que escrevi isso! ''que mania horrível de levar tudo para o pessoal. Ao mesmo tempo que eu acho que ninguém se importa, quando elas mostram se importar, eu vejo o lado negativo da situação.'' ~~EU~~ a situação da academia, acontece comigo sempre, tem vezes que mudo de calçada pra não me sentir ''intimidada'' com certos tipo de pessoas. EU ODEIO SER ASSIM. Mas sei como é dificil mudar isso ): eu sou a pessoa mais insegura em relação a tudo que eu conheço, mas sei que vc tem uma força muito maior que a minha! Você, como disse, já é mulher, sou sua amiga e tenho um puta (olha a expressão feia haha) orgulho de você! É um exemplo pra mim de verdade! Não deixe pequenas coisas tirarem sua segurança porque você é uma das melhores pessoas que já conheci. E se precisar eu to aqui ♥ ps: seu blog tá lindo, gata.

    ReplyDelete
  16. Ai Roh, eu sei o quanto isso é ruim e nao queria que vc tbm fosse assim. E exatamente o mesmo que vc disse sobre mim, eu tenho a dizer sobre voce. Nossa cara, eu sempre te admirei como mulher, vc é muito mais forte do que imagina. Fico tao feliz que vc pensa isso de mim, apesar de me achar uma chorona fracote hahahah. Queria MUITO que vc estivesse aqui, mas de verdade mesmo. Muito obrigada por essa mensagem linda, fez meu dia. E por favor, acredite, vc é linda, inteligente e foda pra caramba!!! Tenho muito orgulho em ser tua amiga <3 se precisar to sempre aqui, tu sabe! Agora se tu nao ta satisfeita vem ca e me da esse teu olho, e boca, sua maravilhosaaaaa! haiehiuehiueh TE AMO

    ReplyDelete
  17. Oi! Sou eu de novo! Teu blog é lindo, tudo de bom, e mil vezes melhor do que o meu! Meu Deus!
    Eu sei como é! Eu perco a maior parte do meu tempo procurando defeitos ao meu redor e acabo "encontrando" inseguranças. Só que se a gente não decidir mudar, vamos continuar assim pra sempre, e eu não quero ser infeliz (e nem você).
    Tu é linda, talentosa, tira fotos lindas e escreve muito bem. E ainda mora num lugar incrível! Quando a gente decide deixar se estressar com essas coisas, é que tudo começa a melhorar. É um exercício diário bem difícil, né? Por enquanto tá dando certo pra mim e estou tentando viver com mais leveza, e não levar pro pessoal.

    Me conta se deu certo

    Beijosssss

    ReplyDelete

Muito obrigada por deixar seu comentário!

Thank you so much for your comment!